maio 30, 2005

Cidade Aberta

...

Lisboa, 2005


Um velho numa noite de Inverno, à espera que Deus adormeça de cansaço. A rapariga que fez 20 anos pede um desejo por cada avião que passa. A viúva que engole toda a raiva, entre espirros, despe o corpo de lágrimas medidas. O homem que a abraça, despede-se às escuras com uma orquídea no bolso. Aqueles que nada dizem sussurram, entre sopros, as coisas que levam anos a fazer-se. Todos os outros que esperam respiração boca-a-boca, na sua condição de náufragos por distracção. E o padre McKenzie que se apaixona por sorrisos e uma única vez por um olhar triste.
...

Sem comentários: