maio 24, 2006

Being John Malkovich

...

Vendas Novas, 2005


Sempre que com eles me cruzo, aqueles que vão morrer de rastros estendem-me o xaile no chão. Maldizem santos, dançam com anjos, perdem um braço de ferro com Deus e desafiam-no para uma partida de roleta russa. O Senhor agora não pode atender. Quer deixar recado? «A vida não é para brincar, menino». Bip.
...

3 comentários:

Alex disse...

Sabes que há alguns dias, um homem veio aqui para as traseiras, estendeu um xaile no chão e ficou por ali, durante umas horas. O silêncio foi quebrado pelo disparo de uma arma, uma arma disparada no meio do silêncio, consegues imaginar? o som surdo? Não, não estou a inventar.
Vim a saber depois que era um toureiro, ex, bastante conhecido.

A vida não é, de todo, uma grande brincadeira.

Bj Baggio

M disse...

não sei se o tempo e a história disto que somos não nos faz concluir que é para brincar, isto é para bricar, isto é, nada de saudade que moi muito.

mariana disse...

A vida é uma variável. Diz-se que matemática. ginástica. elástica. plástica. :)
Bom blog. Já não vinha aqui há muito tempo. Gut.